Afinal, o que é a homossexualidade?


Entende-se por homossexualidade uma inclinação, manifestada ou escondida, para manter uma relação erótica com um indivíduo do mesmo sexo. Contudo, a sexualidade não deve remeter, exclusivamente, para a actividade sexual, mas também para o erotismo e sensualidade.

A Hora do Sexo - Quintino Aires

Educação gay

sábado, 3 de abril de 2010

A ESA, os Jovens e a Homossexualidade - DEBATE

No passado dia 2 de Março, pelas 11:30 horas, no Auditório Municipal, o debate subordinado ao tema da homossexualidade contou com a presença dos oradores: Prof. António Serzedelo, presidente da OpusGay; Prof. Doutor Jorge de Bacelar Gouveia, representante da Plataforma Cidadania e Casamento; Padre César Chantre, pela voz da igreja católica, e Dra. Vânia Beliz, sexóloga e psicóloga clínica do Município. Estiveram também presentes na assembleia o Presidente da Câmara Municipal, a Vereadora da Cultura, e a Directora da ESA.


O debate abriu com uma pergunta dirigida à audiência de, aproximadamente, trezentos alunos, dos 10º, 11º e 12º anos: “Existe homofobia na nossa escola?”. “Sim!”. “E contribuem para isso?”. “Não!”. Estas perguntas que deram o mote para que se abordasse a questão do sofrimento dos homossexuais, aquando da descoberta da sua orientação sexual e da afirmação da mesma.
A discussão rolou naturalmente, e após uma ronda de considerações gerais, em que cada convidado tomou a palavra, foi tratado o tema do casamento, muito mais fracturante. Neste ponto, o principal inquirido pela audiência foi o P.e César. Este afirmou que, para a Igreja, o “matrimónio deve ser realizado entre dois seres complementares, com vista à procriação”, à qual uma presente ripostou: “Então e um casal infértil?”.
Sobre o casamento o Prof. Bacelar afirmou: “A lei é a expressão democrática de uma sociedade. Não podemos aceitar que um grupo de 1% ou 2% queiram impor uma lei.”
O tema da adopção provocou nova fractura: a Dra Vânia mostrou-se favorável à legalização da adopção, bem como o Prof. Serzedelo. O Prof. Bacelar afirmou que “ a educação por um casal homossexual não é natural”.
No fundo, ninguém convenceu ninguém, mas os jovens saíram mais esclarecidos.


Veja outras publicações acerca do debate nos seguintes links:

Read more...

domingo, 28 de fevereiro de 2010

A ESA, os Jovens e a Homossexualidade

Clicar na hiperligação para ver os cartazes de divulgação: Cartazes.pdf

Read more...

Objectivos do debate

Combater a homofobia na comunidade escolar;
Avaliar a prevalência da homofobia na comunidade escolar;
Divulgar artigos, opiniões ou outros documentos de interesse para o debate junto da comunidade.

Read more...

Debate dia 2 de Março na Câmara Municipal de Albufeira

Convidados:




 

Read more...

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Nova campanha publicitária da ILGA Portugal executada pela Lowe


 

Read more...

domingo, 1 de novembro de 2009

        Desde longa data que o tema da homossexualidade e a sua prática tem vindo a suscitar opiniões e acções várias e antagónicas entre si no seio de inúmeras sociedades, algumas delas assaz radicais e questionáveis no que concerne ao respeito e ao cumprimento dos Direitos Humanos.


Read more...

Criminalização

Segundo relatório divulgado pela ILGA, a homossexualidade é considerada ilegal em 80 países do Mundo e em sete deles a pena poderá ir ao extremo com a morte. Estes 80 países são parte de 115 países onde a homossexualidade é legal.

Os países com legislação homofóbica estão concentrados principalmente no sul da Ásia, na África e na América Central. A Europa regista um caso: a República Turca do Chipre do Norte.

Casamento

No dia oito de Janeiro de 2010 o Parlamento alterou a Constituição, permitindo que casais do mesmo género tenham acesso ao casamento civil.

Doação de Sangue

Segundo o Ministério da Saúde, os homossexuais portugueses do sexo masculino estão impedidos de doar sangue por alegadamente terem comportamentos de risco.

Adopção

A questão é esta: terá um casal homossexual condições para promover uma educação “normal” de uma criança? Esta é a dúvida que reina na maioria dos portugueses. O presidente da Comissão de Acompanhamento da Lei de Adopção, Luís Villas-Boas partilha da mesma opinião ao referir que mais vale uma criança passar toda a vida numa instituição à “infelicidade de ser educado por homossexuais”, pois essa educação pode interferir com a sua “sexualidade natural”. Em oposição há quem argumente que a competência para se ser pai não se mede pela orientação sexual.

Num ano em que fica marcado pela legalização do casamento entre homossexuais, o povo, principalmente os homossexuais, esperam por uma decisão do governo quanto a este acto comum, natural e próprio do casamento (seja de que sexo for).

Discurso de Miguel Vale de Almeida no Parlamento

Prós e Contras 16 de Junho de 2009

Lei do casamento homossexual é um «aborto jurídico», diz Marcelo

Lei do casamento homossexual é um «aborto jurídico», diz Marcelo
10 de Janeiro 2010 by Rádio de Notícias

Sondagem: Portugueses contra adopção por homossexuais

Sondagem: Portugueses contra adopção por homossexuais
8 de Março de 2004 by arquivo de notícias sobre casamento homossexual publicadas em portugal

Homossexualidade: teorias e factos © Layout By Hugo Meira.

TOPO